Nepal: Juntamente com as Gigantes da Tecnologia você pode ajudar nas buscas e doações

nepal

Oito milhões de pessoas foram afetadas pelo devastador terremoto no Nepal, um país de quase 28 milhões de habitantes, informa a Organização das Nações Unidas (ONU), nesta terça-feira (28).

De acordo com o organismo, mais de 1,4 milhão de pessoas necessitam de comida, água e abrigo.

O forte tremor que sacudiu o Nepal e a Índia no sábado (25) deixou mais de 5 mil mortos e pelo menos 10 mil feridos, segundo último balanço do Centro Nacional de Operações de Emergência do país.

Equipes de resgate tentam chegar às regiões mais remotas para ajudar vítimas e resgatar sobreviventes de escombros, enquanto milhares de pessoas deixam a capital Katmandu, isso porque novos tremores foram registrados e não está descartada a hipótese de um novo forte sismo.

O terremoto de magnitude 7,8, o mais violento dos últimos 80 anos no país, provocou vários tremores secundários e diversos deslizamentos no monte Everest, onde 18 pessoas morreram no início da temporada de alpinismo.

As agências humanitárias ainda têm dificuldades para avaliar o alcance da devastação e as necessidades da população.

Também morreram 67 pessoas na Índia em decorrência do terremoto.

Quase um milhão de crianças precisam de ajuda urgente, segundo o Fundo para Crianças das Nações Unidas (Unicef).

Para ajudar familiares e amigos a encontrarem pessoas perdidas na tragédia, gigantes de tecnologia como Google, Microsoft, Facebook e Apple estão promovendo ações em suas páginas e ajudando na arrecadação de donativos.

Google Person Finder 

Criado na época do mostífero terremoto do Haiti, o Google Person Finder criou uma ferramenta (personfinder/2015-nepal-earthquake) no Person Finder. O recurso funciona de maneira simples, em uma interface que conta com dois botões: “I’m looking for someone” (estou procurando por alguém, em tradução livre) e “I have information about someone” (eu tenho informações sobre alguém).

Todos os dados coletados por esse sistema serão disponibilizados publicamente para facilitar o mapeamento de desaparecidos. Até agora, mais de 5.700 relatórios já foram preenchidos.

google-finder

 

Facebook Security Check

Com o mesmo intuito que o Google, o Facebook pediu que os usuários das áreas que sofreram com o terremoto confirmassem sua segurança. O recurso da rede social (facebook.com/safetycheck/) também permite que as pessoas informem sobre o status de outros amigos que estejam em locais afetados.

facebook-security-check

 

No sábado (25) Mark Zuckerberg anunciou o serviço e ressaltou a importância de divulgar informações sobre as vítimas. “Quando desastres acontecem, as pessoas precisam saber que seus entes queridos estão a salvo. É em momentos como esse que conseguir se conectar realmente importa”, disse.

Nesta segunda-feira, o fundador do Facebook anunciou uma campanha de arrecadação de fundos para as vítimas. Através de uma página na rede social (nepalearthquakesupport) você pode doar a partir de R$ 10 e todo o dinheiro arrecadado irá para a International Medical Corp, que está trabalhando no Nepal.

Zuckerberg também lembrou a importância de pensar no próximo: “Juntos nós podemos ajudar quem precisa de nós. Pense em todos que estão lá e todos que têm familiares e amigos nas áreas afetadas”.

doacoes_facebook

 

Em uma ação um pouco diferente das demais, a Apple facilitou o processo de doação de dinheiro para a Cruz Vermelha Americana, que está trabalhando para ajudar os feridos com o terremoto. Para isso, a gigante criou uma página no iTunes (itunes.com/redcross), que já possui as informações de cartão de crédito dos usuários, com opções de doação que vão de U$ 5 a U$ 200, ou aproximadamente R$ 14, 50 e R$ 580, em cotação atual.

Apple

Em uma ação um pouco diferente das demais, a Apple facilitou o processo de doação de dinheiro para a Cruz Vermelha Americana, que está trabalhando para ajudar os feridos com o terremoto. Para isso, a gigante criou uma página no iTunes (itunes.com/redcross), que já possui as informações de cartão de crédito dos usuários, com opções de doação que vão de U$ 5 a U$ 200, ou aproximadamente R$ 14, 50 e R$ 580, em cotação atual.

itunes (1)

 

Viber

Para facilitar a comunicação entre pessoas nas áreas de risco e seus familiares e amigos, o Viber tornou todas as ligações feitas do Nepal para qualquer outro país, gratuitas. O caminho inverso, ligações feitas de outro país para o Nepal, também não será cobrado pelo mensageiro VoiP.

Skype

A Microsoft também lançou uma iniciativa para ajudar vítimas e familiares. Da mesma forma que o Viber, a empresa liberou as ligações de Skype feitas do Nepal e as realizadas diretamente para o país durante todo o período de dificuldade nas áreas afetadas.

Há outras formas de ajudar as vítimas da tragédia:

Ainda é possível doar diretamente nos sites da UNICEF, Cruz Vermelha Brasileira, Médicos Sem Fronteiras, Save The Children, e Global Giving.

As informações tecnológicas são do TechTudo

Compartilhe ...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone