Game of Thrones – 10 diferenças entre os livros e a série para chorar livremente

Game-of-Thrones-Season-6-Teaser-Poster-1024x576

Admito que fiquei irritado com o impressionante, Arthur Dayne, precisando de duas espadas no flashback da Torre da Alegria que foi ao ar no Episódio 3, da 6ª temporada de Game Of thrones. Sor Arthur Dayne, a Espada da Manhã, não precisa de duas espadas. Ele é incrivelmente hábil com apenas uma e Jaime Lannister concordaria comigo.

Sim, é raiva de fã e sei que não estou sozinho nessa!

O sucesso inicial de Game of Thones foi impulsionado em parte pelos animados fãs dos livros (nós!!!!!), eles foram a linha inicial de marketing da série. Estes fãs falaram para seus colegas de trabalho que assistissem a série, deram garantias que era boa. Os leitores dos livros foram a espinha dorsal do sucesso. Claro, muitas vezes chatos. Alguns excessivamente críticos, nunca felizes e obcecados com os detalhes (como as duas espadas na mão de Arthur Dayne). Dessa forma o Tor.com enumerou algumas das reclamações que só leitores xiitas poderiam observar. E vou na onda também. Já que voltaram a reclamar após Daenerys desfilar nas chamas, então vamos reclamar com vontade agora!

Acho que deve ter spoiler por aqui.

1 – Não há pêssegos no set de filmagens? O orçamento não permite?

Descrição da Cena: Em “A Fúrias dos Reis”, diante da fúria de Stannis por Renly declarar-se Rei, o mais novo dos Baratheons o provoca oferecendo um pêssego. A série ignorou totalmente e, posteriormente colocou Renly oferecendo uma maça ao Mindinho enquanto negociavam.

Por que incomoda?

Ok, é irrelevante para a trama. O problema não é a maçã, é a mensagem por trás do pêssego. É o ponto de partida da rebelião dele contra Stannis que termina “nas sombras”. Ora, o que custa botar um pêssego na mão? Eu comprava!

2 – Não tem dinheiro para tintura de cabelo?

Descrição da cena: Daario Naharis é representado por dois atores diferentes na série e, infelizmente, nenhum deles tem seus icônicos cabelos azuis!

Por que incomoda?

Obviamente é uma reclamação besta, mas estamos aqui para isso.

Os cabelos azuis são a representação da cultura de Tyroshi, onde os homens de alto status pintam os cabelos de todos os tipos de cores. Ou seja, são os detalhes culturais que fazem de As Crônicas de Gelo e Fogo algo tão especial, mas são quase sempre ignorados. Me passem o endereço postal da produção e mando Koleston da cor de um Smurf.

3 – Tu não é mais Abrão, se chamarás Verão!

Descrição da Cena: Apelei no título? Apelei, pois a escolha do nome do Verão tem uma aura quase profética. Na série Bran acorda do coma após ter uma queda de popularidade com os Lannister’s, e diz quase magicamente, nas suas primeiras palavras: “Seu nome é Verão”!

Por que incomoda?

A verdade é que Bran é o último a nomear seu lobo, ele simplesmente não consegue achar um nome. Se o livro fosse seguido ele passaria duas temporadas com o lobo “sem nome”. Jojen Reed é que em um dos seus sonhos proféticos vê o nome dele, e ao encontrar com Bran no meio do bosque diz: “Você deve ser o Verão”. Esse nome, dito nesse momento é um símbolo de esperança para Bran diante do “Inverno que está chegando”.

4 – Sua irmã!

Descrição da cena: Na série Mindinho declara a Lysa Arryn que na verdade ama sua irmã mais velha Catelyn Stark e depois empurra Lysa pela Porta da Lua.

Por que incomoda?

Incomoda por chatice mesmo. Na série ele empurrou dizendo de forma icônica “Your sister!” e, em A Tormenta das Espadas ele diz “Only Cat!” em referência a Catelyn Stark. Ah cara é só uma expressão. Então por que diabos não usar a certa?

5 – Violetas são vermelhas e rosas são azuis…

Descrição da cena: Em “Two Sword”, primeiro episódio da 4ª temporada, Daario dá para Dany um buquê de flores em uma tentativa de ganhar seu favor. O buquê inclui rosas azuis, que Daario descreve como sendo rosas do deserto.

Por que incomoda?

Rosas azuis são rosas de inverno! São do Norte! Rosas azuis são associadas à Lyana Stark não a Daario e Essos. Essos tem inverno?

GRRM usa repetidamente rosas azuis quando se refere às mulheres nortenhas. Aparece por exemplo na história Bael, O Bardo e a Rosa de Winterfell – que Ygritte conta a Jon Snow em ”A Fúria dos Reis” – em paralelo ao rapto de Lyanna Stark por Rhaegar Targaryen. Sim, sim não afeta a história… Será? Uma flor do norte com um Targaryen por ser uma referência hein… Fique com pensamentos conspiratórios.

6 -O bebê “Sam”

Descrição da cena: Após muitas sugestões de Samwell Tarly em uma história de amor fofinha Goiva, apresentada na série como Gilly, escolhe Sam para nome de seu filho.

Por que incomoda?

Primeiro por que o bebezinho que está com ela no barco nos livros nem é o filho dela! O bebê na verdade é o filho de Mance Rayder que foi mandado por Jon para que a Melisandre não o fizesse em churrasquinho. Mas, isso é o de menos. Novamente o que incomoda é ignorar a cultura dos povos da série. Nos livros o Povo Livre não nomeia seus filhos até que tenham dois anos. Devido às condições adversas e uma alta taxa de mortalidade das crianças, é considerado um mau presságio dar nome antes disso.

7 – Tem olhos demais nessa série!

Descrição da cena: Tanto Bloodraven ( o senhor que acompanha Bran) quanto Euron Grejoy aparecem com dois olhos.

Por que incomoda?

Bloodraven é descrito da seguinte forma: “Ele era o último vidente verde. Ele possuía apenas um olho vermelho, o qual Bran pôde sentir encarando-o, brilhando como uma poça de sangue sob a luz da tocha”. Ou seja, o velhote só tem um olho! Já Euron Grejoy é o mais apavorante dos irmãos Grejoys. Obcecado por magia de terras distantes é conhecido por Olho de Corvo, por justamente usar um tapa-olho. Na série até agora ambos estão bem comuns.

8 – Os Thenns não são canibais.

Descrição da cena: Os Thenn são mostrados na 3ª temporada onde aparecem com seu Magnar. São mostrados como canibais. Seu lider Styr é morto por Jon Snow.

Por que incomoda?

A verdade é que os Thenns são mais parecidos com o povo do sul do que os outros selvagens. Theen é uma região no extremo norte com várias tribos. Possuem vários senhores e todos prestam vassalagem ao Magnar (líder na língua antiga). São os melhores lutadores e também mais cruéis, mas nada fala que são canibais. Nos livros, Styr é morto por Jon Snow e seu filho Sigorn se torna o novo Magnar. Jon arruma um casamento com Alys Kastark, a herdeira de Karhold e assim nasce a Casa Thenn.

9 – Bateu na trave! Saltaram uma geração Targayen.

Descrição da cena: Na primeira temporada, Jon Snow está em crise e quer deixar o manto para lutar ao lado de Robb. Ele afirma que ninguém compreende o que é ver sua família ser arrastada para a guerra e não poder agir.

Por que incomoda?

Tava tudo perfeito e foi empolgante, pois o Meistre Aemon revelar ser um Targaryen. Ele diz que seu pai foi Maekar I (leiam o Cavaleiro dos Sete Reinos), até aí orgasmo nerd, diz que seu irmão Aegon governou depois dele, mais um orgasmo. Em seguida que seu filho Aerys assumiu o Trono de Ferro. Opa! Espere um pouco, o que fizeram com Jaehaerys II? Pularam uma geração!

Jaehaerys II Targaryen foi décimo sexto Targaryen a se sentar no Trono de Ferro e governar os Sete Reinos. Ele sucedeu seu pai, Aegon V. Ele era o pai de Aerys II e avô de Rhaegar, Viserys e Daenerys.

E esse é sim um ponto trivial, pois agora estamos vendo o Corvo de Três Olhos passeando pela história com Bran, portanto, a ordem cronológica altera os fatores!

10 – O mimi da semana: Só no fogo pra ela ficar nua!

Calma gente, to de sacanegem aí no título.

Descrição da Cena: Dany bota fogo em tudo e sai das chamas triunfante.

Por que incomoda?

Muita gente ficou incomodada. Targaryens são imunes ao fogo? George RR Martin já disse que não. Aegon V morreu no fogo de Solarestival, Aerion bebeu fogo vivo e morreu, Rhaenyra Targaryen foi queimada viva por um dragão e Viserys ganhou uma coroa de ouro derretido. Portanto, não são.

Nos livros quando Dany choca os ovos do dragão entrando na pira ela sofre queimaduras, mas também fica claro que ela possui uma resistência incomum ao fogo. Portanto, o mesmo pode ter acontecido em Vaes Dotrhrak. Ou pode está relacionado à magia ou a antiga profecia valiriana que diz que o príncipe prometido nascerá do sal e da fumaça e com ele retornará os dragões. Será?

Esse foi o post do mimimi, me disseram “o choro é livre” e cá estou! Então se junte e deixe suas lástimas aqui também ou me joguem nas lavas de Valíria!

Ah e escutem nossos episódios sobre A Rebelião de Robert e A Casa Martell, há muita informação neles.

Compartilhe ...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone