V de vingança e as manifestações brasileiras

v-de-vingança-capa-00

V de vingança é uma obra de quadrinhos, escrita pelo afamado Alan Moore e desenhada por David Lloyd e distribuída pela Panini Books. É uma das obras em quadrinhos mais aclamadas pela crítica especializada. Essa obra faz uma crítica aos governos totalitários e opressores. Baseando sua tese de que o poder do estado deve emanar do povo. Não se trata de uma obra de cunho socialista/comunista, mas vai além, chegando a tão mal falada anarquia.

  v-de-vinganca-kalangoatomico

A anarquia ostenta duas faces. A de Destruidores e a de Criadores. Os Destruidores derrubam impérios, e com os destroços, os Criadores erguem Mundos Melhores.” (Codinome V)

O protagonista Codinome V é um sobrevivente  libertário, que outrora fora preso e torturado pela ditadura fascista que acabava de ser implantada na fictícia Inglaterra da década de 1990.  Usando de métodos terroristas para alertar e acordar uma população totalmente inerte a um sistema opressor e manipulador. V ainda vai atrás de seus torturadores, que estão realocados em grandes cargos no governo, em busca de vingança. Ele usa de sua vingança pessoal e de práticas terroristas para que o povo volte a ter uma vida participativa na condução de uma sociedade justa e sem preconceitos. O protagonista pretende acabar com o sistema fascista e implantar um sistema anárquico, ou seja, não há líder nem Estado, somente o povo se governa.

Vale notar como a mídia é usada para maquiar e desviar a atenção do povo. Oferecendo uma programação inútil e alienante, que em nada agrega para a formação de um indivíduo pensante. Sentiram algo semelhante com nossa realidade? Sem falar na polícia que assume um caráter opressor,  usada para manter a maquina pública e não a ordem pública. Há aqui um abuso e desvio de autoridade que alguns viveram no período da ditadura militar brasileira, em que proibia-se aglomerações de pessoas, críticas ao governo, etc. Causando assim muitas injustiças e aberrações cometidas por esses agentes públicos. Há uma sensação de impotência e resignação por parte do povo.

 v-vinganca-panini-kalangoatomico

“Os artistas usam a mentira para revelar a verdade, enquanto os políticos usam a mentira para esconde-la”.(Codinome V) 

Resumindo, temos nessa fictícia Inglaterra um estado policial autoritário. Em que as liberdades de opinião, crença, orientação sexual e política são determinadas e adequadas pelo sistema fascista. Ou seja, o sujeito não pode ser contra o regime político ou ser homossexual por exemplo. Nesse sistema não há liberdade individual.

Essa obra vale a pena ser lida, ainda mais agora, em que no Brasil começa a haver uma certa extrapolação da  insatisfação popular com o Governo nas esferas Federal, Estadual, Municipal e Distrital. Um governo que faz com que o povo trabalhe para ele, e não o contrário que deveria ser. Um sistema que usa das mídias para alienar e manipular as massas, que são atendidas com uma péssima educação, fruto de uma politicagem corrupta. Faz com que os pobres sejam reféns desse sistema assistencialista e de uma péssima qualidade no oferecimento de  Saúde pública.  Em que a classe média e pobres sofram com a alta tributação.

 mascara-v-de-vinganca-kalangoatomico

O povo não deve temer seu estado. O estado deve temer seu povo” (Codinome V)

 Há no Brasil uma necessidade de reforma política e tributária. E isso será alcançado com a intervenção direta do povo através das manifestações. E ainda, na manutenção dessa cultura de cobrança permanente por parte do povo. Saber em quem votar e acompanhar cobrando esse político até o fim de seu mandato. Fazer com que se aplique o que deveria ser na realidade, um governo emanado do povo em que os políticos trabalhem para o povo.

Na obra de Alan Moore, Codinome V quer implantar a anarquia, não é o que ocorre com essas manifestações. A realidade brasileira clama por um governo justo, imparcial e que favoreça o interesse público. Não o sistema que vemos atualmente, em que se favorece empresários e políticos.

 v-de-vingança-manifestantes-kalangoatomico

Finalizando, vale a pena ler esse quadrinho que nos faz pensar no tanto que o povo tem influência, ainda mais quando unido. E aí sim, usar aquela máscara do V nas manifestações de forma efetiva.

Essa obra está sendo distribuída aqui no Brasil pela editora Panini Books com preço de R$ 24,90. Encontra-se nas melhores livrarias do país.

 Capa-v-de-vinganca-kalangoatomico

“Um homem pode morrer, lutar, falhar, até mesmo ser esquecido, mas sua ideia pode modificar o mundo mesmo tendo passado 400 anos.” (Codinome V)

O que você acha? Dê sua opinião nos comentários. 

Compartilhe ...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone