Frank Miller em Batman e Superman

Petco Park

E aí, galera?!? Frank Miller foi anunciado como consultor no longa-metragem do Morcego com o Azulão. Não se sabe se o filme vai se chamar Batman X Superman ou Superman X Batman. Mas com essa notícia ficamos mais empolgados ainda. Se você se perguntou o motivo da alegria então leia.

Frank Miller

É um americano bastante influente no universo nerd. Os anos oitenta foram marcantes para a carreira desse diretor, roteirista e quadrinista deslanchar. Nascido em  Maryland, 27 de janeiro de 1957. Miller tem uma narrativa marcante, beirando a cinematografia quadrinística. Ou seja, quando você lê algo dele parece que está vendo um filme nas páginas da HQ. Seu traço é cheio de sombras. Com tudo isso a maioria de suas histórias tem um climão NOIR.

No meio da década de setenta ele mudou-se para Nova Iorque para tentar a vida de quadrinista. Depois de tempos de vacas magras Neal Adams (desenhista lendário) o ajudou a ingressar em um trabalho regular na  revista Twilight Zone.

E DAÍ?

A partir daí, Miller entrou no mercado pesado: Marvel Comics. Como artista em The Spectacular Spider-Man, com o Demolidor de coadjuvante. Depois de um tempo ele assumiu como roteirista as histórias de Demolidor (Daredevil), considerado personagem de segundo escalão da Marvel. Com a arte de David Mazzucchelli criou a personagem grande paixão de Matt Murdock: Elektra. Sendo o responsável pela ascensão do personagem ao primeiro escalão com a saga “A queda de Murdock”, um sucesso de vendas. Primorosa saga, f#$# pra C!$#%**#! Lançou depois a série Ronin com argumentos e arte dele próprio. A série foi mal interpretada, pois trouxe elementos de cultura japonesa a um mercado extremamente xenófobo.

frank-miller-daredevil-born-again-kalangoatomico

Miller é então incumbido de reformular as batidas e infantis histórias do morcegão Batman, da DC Comics. As vendas desse personagem iam de mal a pior. Então surge uma aventura incrível do morcego que se inicia dez anos após sua aposentadoria como herói, a saga “O Cavaleiro das Trevas”. Aqui Batman é uma espécie de vigilante, meio fascista. Utilizando-se de métodos violentos, torturas físicas e psicológicas para resolução dos crimes por ele investigados. Quando estamos lendo ficamos agoniados e, às vezes, sem ar. Num esquema de dezesseis quadros por página seguidos de uma meia página ou inteira, nos dá aquela sensação de pressa. Genial. Sombrio. Adulto. A partir daí Frank vira celebridade e dita o tom dos quadrinhos modernos: Adulto, sombrio e violento. O Batman ganha status no panteão de heróis até então nunca alcançado. Pois o bat tinha muitas referências das séries de TV com Adam West. Resumindo, ele REVOLUCIONOU o jeito de contar histórias de heróis.

batman-o-cavaleiro-das-trevas-ed-definitiva-kalangoatomico

Adentrou o mundo do cinema roteirizando (mas foi muito podado por Hollywood) os Robocop II (1990) e Robocop III (1993). Declarando ódio às adaptações de suas obras ao cinema. Após isso publicou na Dark Horse o aclamado Sin City. Uma história do seu jeito noir. Com narrativa marcante e cheia de maneirismos próprios.  Resultando em Sin City: A cidade do pecado, dirigido por Robert Rodriguez nos cinemas. Filme bem recebido pela crítica e pelo publico do Miller.

O ainda não citado 300 de Esparta (300) foi a obra que inspirou a adaptação ao cinema de mesmo nome, contando a história da resistência do Rei Leônidas, de Esparta, e seu trezentos soldados contra o Rei Xerxes, da Pérsia. Primorosa obra.

spartans-300-kalangoatomico

Outras obras relacionadas.

Daredevil: Love and War (1986):Elektra: Assassin (1986-1987): Batman: Year One (1987); Elektra Lives Again (1990);Daredevil: Man without Fear (1993);Batman: The Dark Knight Strikes Again (2001-2002).

Viu como é claro que Miller Inspirou uma série de artistas dos quadrinhos e, até, no cinema? O Cavaleiro das Trevas e o Ano Um foram inspirações da trilogia do Batman nos cinemas de Christopher Nolan. Fica mais que recomendado a leitura de algumas obras desse ícone. E se você ainda não entendeu o motivo de minha alegria de saber que ele será consultor do filme do Superman com o Batman então leia um trecho do Cavaleiro das Trevas (esse trecho foi lido no anúncio do filme na Comic-Con):

batmanesuperman-kalangoatomico

“Eu quero que se lembre, Clark, para o resto da vida, nos seus momentos mais íntimos. Quero que você lembre da minha mão na sua garganta. Quero que você lembre do único homem que o derrotou”.

Batman O Cavaleiro das Trevas

Curta, compartilhe. Deixe seu comentário.

Compartilhe ...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone