Resenha: Muse – The 2nd law

muse-capa-kalangoatomico

A muito queria fazer uma resenha desse álbum do trio inglês. The 2nd law é o último álbum lançado pelos britânicos, no ano de 2012. Estreou no primeiro lugar das paradas de sucesso de vários países e foi aclamado por público e crítica. Curiosamente, a minha primeira experiência com essa banda foi justamente com esse álbum. E posso afirmar que foi uma ótima experiência! A maior qualidade do álbum é a capacidade de provocar diferentes experiências para que ouve. A primeira música do álbum, Supremacy, já inicia essa experiência dando uma mensagem de grandiosidade, de potência. Essa primeira música abre o álbum de forma contundente e prepara terreno para, na minha opinião, a melhor música do álbum: MadnessEssa música me fez lembrar as grandiosas canções do Queen na poderosa voz do mito Freddie Mercury!

A influência do dubstep é clara na agitada Panic Station. Música essa que dá vontade de programar o som do carro no modo repeat. O álbum com outras grandes faixas, como Follow me, Animals Save me e termina com as duas partes da epopéia musical com grande influência eletrônica, a homônima The 2nd law. Recomendo o álbum para todos aqueles que anseiam por uma grande experiência musical. Grandiosa, angustiante, agitada, feroz. Se vocês desejam experimentar diferentes sensações através da música, The 2nd law.

Compartilhe ...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone