Resenha: “Convoque seu Buda” novo álbum de Criolo

1415214203_cover

Sem pompa nem alarde, até na divulgação de seu novo disco o rapper Criolo mostra seu diferencial, o novo álbum “Convoque Seu Buda”, foi disponibilizado para audição e download em seu site no último dia 3.

Entres fãs havia muita expectativa pelo novo trabalho, alguns exigiam o “retorno” da música do cantor ao gueto, outros queriam uma continuidade, no entanto, o rapper fez tudo isso e nada ao mesmo tempo. Confuso? Então é realmente o Criolo.

O álbum trás de tudo, Rap, Reggae, MPB, Samba e até um ótimo baião. Produzido por Daniel Ganjaman e Marcelo Cabral, Convoque Seu Buda foi gravado no estúdio El Rocha, na zona oeste de São Paulo. Mixado por Mario Caldato Jr. e masterizado por Robert Carranza, em Los Angeles, conta com participações de Kiko Dinucci, Juçara Marçal, Tulipa Ruiz, Neto, do grupo Síntese, e Rodrigo Campos, com destaque para Money Mark – produtor e colaborador dos Beastie Boys. O disco foi lançado simultaneamente no Brasil, EUA e Europa.

O álbum mostra como Criolo rejeita qualquer barreira que seja imposta a sua música. As letras continuam recheadas de críticas sociais e da realidade vivida pelo cantor, além de citações de seus ídolos Black Alien, Ferréz, Sartre, Nietzsche, Sabotage e Perrenoud. Como é de esperar a religiosidade brasileira também faz-se presente.

A música que intitula o álbum “Convoque seu Buda”, é o reflexo da formação musical de Criolo, um rap no mais estilo paulista com letras que falam da realidade de São Paulo nos últimos anos. O refrão da música tem uma pegada bem oriental.

A faixa “Plano de Voo” com participação do rapper Síntese pode ser considerado o rap mais pesado desse álbum e também carrega a essência do Criolo em começo de carreira.

Outro destaque do álbum é a música “Cartão de Visita” com participação de Tulipa Ruiz, uma crítica ao consumismo com citações de MC Lon, do funk ostentação, e Thassia, blogueira de moda teen, como exemplos de quem soube aproveitar essa onda que domina uma parte da juventude. A música ainda tem a frase bradada “A alma flutua/ Leite a criança quer beber/ Lázaro, alguém nos ajude a entender”, referindo-se a uma entrevista dada por ele ao apresentador Lázaro Ramos e que virou meme da internet devido a dificuldade de entender o que diz Criolo.

Fermento de Massa” é um samba bem ao estilo raiz com arranjos de Kiko Dinucci e Rodrigo Campos.

Já o reggae “Pé de Breque” é uma verdadeira ode ao Movimento Rastafari.

Outra música que achei bastante interessante é a faixa “Pegue pra ela” com pegada bem nordestina lembrando muito o estilo de Alceu Valença.

Veja as faixas:
1 – Convoque seu Buda 
2 – Esquiva da Esgrima 
3 – Cartão de Visita (Part. Tulipa Ruiz) 
4 – Casa de Papelão 
5 – Fermento pra Massa 
6 – Pé de Breque 
7 – Pegue pra Ela 
8 – Plano de Voo (Part. Síntese) 
9 – Duas de Cinco 
10 – Fio De Prumo (Padê Onã) (Part. Juçara Marçal)

O download pode ser feito no site oficial

O álbum terá shows de lançamento em São Paulo (13, 14, 15 e 16/11), no Rio de Janeiro (21/11), em Belo Horizonte (22/11), em Porto Alegre (3 e 4/12), em Caxias do Sul (5/12), em Curitiba (6/12) e em Cuiabá (20/12). Para outras informações sobre as apresentações, clique aqui.

No dia 07/12 estará aqui em Brasília no Festival Vila Brasil.

Sem dúvida o disco não vai decepcionar os fãs. Particularmente gostei bastante.

E você o que achou? Comente, curta, compartilhe!

Compartilhe ...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone
  • Lucas

    Criolo mais uma vez comprovando sua versatilidade, álbum sensacional.

    • Jefferson Nóbrega

      Fala Lucas!

      Criolo já desponta como um dos grandes nomes da música brasileira, mesmo pirando nesse mergulho dele na música brasileira, ainda gosto bastante do estilo dele de Rap mais pesado. Para mim a melhor música foi Plano de Voo. E a sua?