Um mundo melhor – Biblioteca Comunitária

Biblioteca-kalangoatomico-destaque

Fala, Kalangada!!!!

Como fazer um mundo melhor?

É notável que nós sempre achamos ter a solução para um mundo melhor. Entretanto a maior parte fica na TEORIA. E o Kalango Atômico foi apresentado a um projeto muito interessante em Taguatinga-DF: Biblioteca Comunitária.

Uma de nossas parceiras (Cíntia Borges, AKA: Tita) nos abordou sobre a iniciativa do Professor de História, Marcelo Pompom, de criar um espaço para leitura baseado na contribuição da própria comunidade. Para construção desse ‘mundo melhor’ são necessárias ideias, mas, sobretudo, de ATITUDES.

Veja o vídeo informativo produzido pelo próprio Marcelo.

A seguir temos a entrevista feita pela Tita com o Pompom. Leia e veja como contribuir.

Explique-nos do que se trata o projeto.

A biblioteca comunitária é um pequeno espaço que fica a cima do quiosque: Churrasquinho Aftosa, localizado na QNG 3 Taguatinga Norte DF. Ela é aberta à comunidade que pode usufruir de todo o acervo: Livros de literatura e didáticos, revistas e gibis. As doações são solicitadas em eventos, nas redes sociais e no “boca a boca”. Tudo é catalogado e organizado. As pessoas têm liberdade de entrar, escolher os itens e levá-los para casa com o comprometimento da devolução. Tudo feito na base da confiança.

De onde surgiu a iniciativa?

Surgiu da necessidade de resgatar o hábito da leitura na comunidade. A vontade do dono do quiosque foi o pontapé inicial. Eu me juntei a ele e organizamos o espaço que era utilizado como depósito. Um carro de som passou nas ruas pedindo doações, nos intervalos da publicidade. A comunidade atendeu e assim arrecadamos muitos livros.

Quais foram e quais são os principais desafios para o prosseguimento do projeto?

O principal desafio é obter voluntários para o funcionamento da biblioteca. Ela tem a entrada independente do quiosque e não há tempo para o dono ficar com ela aberta. A expectativa era de que ela ficasse aberta todos os dias. Com a falta de voluntários eu me disponibilizo nos finais de semana para manter o espaço em funcionamento. É melhor estar funcionando, mesmo pouco tempo, que tempo algum.

Qual sua expectativa com a Biblioteca?

Minha expectativa é que ela funcione todos os dias. Que ela abrigue mais obras literárias e se expanda para as casas. Que a biblioteca seja só uma ferramenta para ajudar na expansão e interesse na leitura. Que a comunidade seja beneficiada e sensibilizada no sentido de contribuir para o funcionamento do espaço.

Já estamos arrecadando doações de computadores e pretendemos deixá-los funcionando para o uso da comunidade.

De que forma as pessoas podem contribuir?

Todos podem contribuir doando livros, revistas, gibis e discos de vinil. É só entrar em contato comigo pelo Facebook: Marcelo Pompom ou por email – zineei@bol.com.br – Se preferir pode deixar pessoalmente no quiosque todos os dias da semana. Quem tiver disponibilidade de ser voluntário é sempre bem vindo.

 marcelo-pom-pom-destaque

“A leitura é um caminho prazeroso que deve ser apreciada por todos. Tentar facilitar esse caminho é um desafio que pretendemos obter com o funcionamento de biblioteca”. 

Marcelo Pompom

Gostou? Compartilhe por um mundo bem melhor!

Compartilhe ...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone