Resenha – A Música do Silêncio de Patrick Rothfuss

a-musica-do-silencio-cronica-matador-de-rei-capa-experimento421

Sob a Universidade há um lugar escuro. Poucas pessoas sabem da sua existência: uma rede descontinua de túneis antigos, corredores serpenteantes e salas abandonadas. Ali, no meio desse local esquecido, situado no coração dos Subterraneos, vive uma jovem. O seu nome e Auri, e e uma jovem cheia de segredos. A Música do Silencio e um vislumbre breve e agridoce da sua vida, uma pequena aventura só dela. Ao mesmo tempo alegre e inquietante, esta história oferece-nos a oportunidade de ver o mundo pelos olhos de Auri. E dá-nos a oportunidade de conhecer algumas coisas que só ela sabe… Neste livro, Patrick Rothfuss leva-nos ao mundo de uma das personagens mais enigmaticas da serie . Repleto de segredos e mistérios, A Música do Silencio é uma narrativa sobre uma jovem ferida tentando viver num mundo destruído.

A Música do Silêncio é um spin off da trilogia “A Crônica do Matador do Rei” de Patrick Rothfouss, até agora dois livros foram lançados: O Nome do Vento e O Temor do Sábio. Ambos simplesmente ótimo. (Escute o Resenha Atômica sobre os livros)

Mas, aqui entra a questão. Apesar de tratar da personagem Auri que faz parte da história dos três livros, passar-se na Universidade onde Kvothe estuda, não espere encontra muito da trilogia. Aliás não espere encontrar um livro normal, como o próprio Patrick nos alerta.

É um livro com um único personagem, não tem diálogos, não tem conflitos, não tem absolutamente nada que se espera de um livro comum.

De forma alguma é uma história comum.

“Talvez você não queira comprar este livro. Eu sei, não se espera que um autor diga esse tipo de coisa. Mas prefiro ser honesto com você logo de saída. Acho justo avisar que esta é uma história um pouquinho estranha. Não gosto muito de dar spoilers, mas basta dizer que esta aqui é… diferente. Não tem um monte de coisas que se espera de uma história clássica.
Por outro lado, se você gosta de palavras e mistérios e segredos, este livro tem muito a lhe oferecer. Se sente curiosidade sobre os Subterrâneos e a alquimia. Se deseja conhecer melhor os meandros ocultos do meu mundo… Bem, nesse caso, talvez este livro seja para você.” – Patrick Rothfuss

Desde que Auri conhece Kvothe percebemos que é uma personagem solitária e que ela valoriza isso, entretanto, o livro também não trata sobre a vida dela, mas sobre o mundo dela. Essa é a chave para compreender a história. Você não conhecerá a vida dela a fundo, terá apenas pequenos rastros de como ela foi parar ali, entretanto, irá se aprofundar em um mundo de mistérios.

Essa história tem despertado nos leitores sentimentos extremos. Ou amam ou odeiam. Poucos foram os meio termo.

Particularmente foi algo que gostei bastante. São páginas focadas em detalhes. Auri é aficcionada em deixar cada coisa em seu lugar para não quebrar a harmonia do mundo.

“Rodopiou três vezes. Farejou o ar. Sorriu. À sua volta, por toda parte, tudo estava perfeitamente correto. Ela sabia exatamente onde estava. Estava exatamente onde devia estar.”

O que mais me atraiu é a aura poética e a sutileza notada pelo autor em cada pedaço mínimo de objeto.

Por ser uma obra pequena é complicado conversar sobre ele sem soltar spoilers. Se quiser arriscar, talvez o livro tenha sido feito exatamente para você ou simplesmente para nós.

Particularmente vejo “A Música do Silêncio” como uma bela prosopopeia de 144 páginas.

 

musica-do-silencio-a_capa-web.jpg.200x300_q85_upscale (1)FICHA TÉCNICA

LANÇAMENTO: 05/01/2015
TÍTULO ORIGINAL: THE SLOW REGARD OF SILENT THINGS
TRADUÇÃO: VERA RIBEIRO
FORMATO: 16 X 23 CM
NÚMERO DE PÁGINAS: 144
PESO: 0.15 KG
ACABAMENTO: BROCHURA
ISBN: 9788580413533
EAN: 9788580413533
PREÇO: R$ 29.90
Gênero: Ficção/Fantasia

Compartilhe ...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone