J.R.R Tolkien “O Senhor da Fantasia” – Um ótimo livro para comemorar os 122 anos do nascimento de Tolkien

tolkien

Hoje se completam 122 anos do nascimento de Sir John Ronald Reuel Tolkien.

Mesmo depois de todos esses anos a cada ano que passa o número de fãs de Tolkien só aumentam. Suas obras sempre estão em altas e algumas como por exemplo o “Silmarilion” e “Os filhos de Húrin” vendem tão rápido que se você encontrar na prateleira considere-se sortudo, pois eu passei dois meses tentando comprar até que desisti e comprei online.

É fato inegável que suas obras são um marco não só na fantasia, mas na literatura em geral. Não atoa os livros “O Hobbit” e a trilogia “O Senhor dos Anéis” ficaram empatados em primeiro na lista dos 100 melhores livros de fantasia de todos os tempos feita pelo Goodreads.

Todos conhecem um pouco da história, era 1928 Tolkien examinava alguns documentos e papéis de alunos que pretendiam ingressar na Universidade, ao encontrar uma das páginas totalmente em branco ele escreveu nela “Num buraco no chão vivia um hobbit”. Ali nascia um universo literário sem igual.

Mas, quem é Tolkien? Quais eventos da sua vida tiveram influência direta em sua escrita?

É isso que o livro “J.R.R Tolkien – O Senhor da Fantasia” de Michael White, vem responder.

o senhor da fantasia

A biografia escrita por White conta a vida de Tolkien da infância até sua morte, mostrando momentos conflitantes e inesquecíveis que influenciaram diretamente em algumas partes da obra do grande escritor.

O livro de White pode não ser a melhor biografia de J.R.R Tolkien — a melhor é a do Humphrey Carpenter que conheceu-o pessoalmente e que é muito difícil de encontrar no Brasil — mas,   J.R.R Tolkien – O Senhor da Fantasia, sem sombra de dúvidas, reserva grandes emoções para os fãs do professor.

Clique aqui e leia o primeiro capítulo do livro.

Um brinde ao professor

É uma tradição mundial nessa data que os fãs homenageiem Tolkien com um brinde. É simples, basta brindar e dizer “ao professor”. É uma forma de agradecer pelo presente que ele nos deu. Se você não for muito social, como um Hobbit do Condado, pode fazer sozinho, não importando com o que se brinda. O que vale é a homenagem.

Compartilhe ...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone