Crônicas traduzem humor refinado e poético de André Laurentino

Livro traz crônicas com humor refinado de André Laurentino

São Paulo, julho de 2017 – “Um pernambucano arraigado que sabe que a imensidão aí fora é tão absurda quanto um cortejo de bonecos de Olinda”. É assim que a atriz e escritora Fernanda Torres define André Laurentino, o autor de “Não me deixe aqui rindo sozinho”, publicação da Realejo Livros. O livro, foi lançado nesta terça-feira, na Livraria da Vila da Alameda Lorena, em São Paulo, reúne as melhores colunas de Laurentino, publicadas ao longo de quase dez anos no jornal O Estado de S. Paulo, no guia Divirta-se. O livro será lançado com eventos também em Santos (24/07, na Livraria Realejo), em Paraty (durante a FLIP, no dia 29/07) e Rio de Janeiro (na livraria da travessa, dia 31 de julho). 

São histórias divertidas que se escondem nas sutilezas do dia a dia atribulado de uma cidade. Elas podem estar numa corrida de táxi, numa consulta com o dentista, na janela em frente ou na conversa da mesa ao lado. São frutos da observação, do humor e da memória. Podem fazer rir ou chorar, desde que não passem em branco. “Traduzem a estranheza do repentista”, resume Fernanda Torres, no prefácio.

Este humor sutil da obra transparece na capa, assinada pelo ilustrador José Carlos Lollo e que traz ainda na orelha uma caricatura do autor feita por Daniel Kondo, que compunha as ilustrações da coluna de Laurentino em O Estado de S. Paulo.

Nascido em Recife e alfabetizado em Fortaleza, André Laurentino viveu 19 anos em Olinda e 18 anos em São Paulo. Atualmente vive em Londres com sua mulher, duas filhas e dois gatos. Tem contos e crônicas publicados em diversos jornais, revistas e coletâneas. Em 2005, lançou o romance “A Paixão de Amâncio Amaro”, eleito um dos melhores livros do ano.

Para o lançamento de “Não me deixe aqui rindo sozinho”, foi criada uma página exclusiva no Facebook com materiais complementares sobre a obra, incluindo a leitura de trechos das crônicas por atores, escritores e amigos do autor.
https://www.facebook.com/naomedeixeaquirindosozinho/ 

André Laurentino foi diretor de arte durante 10 anos, chegando a ser um dos mais premiados da publicidade brasileira. Em 2003, tornou-se redator e em pouco tempo conquistou os mesmos prêmios na nova função. Além da carreira em publicidade, Laurentino passou a escrever roteiros de séries para a TV Globo, publicou o romance A Paixão de Amâncio Amaro (eleito um dos melhores livros de 2005) e foi colunista do Guia Divirta-se, do Estado de S. Paulo por quase dez anos. Tem vários contos e crônicas publicados em jornais, revistas e coletâneas. Atualmente vive em Londres com a mulher, duas filhas e dois gatos. “Não me deixe aqui rindo sozinho” é seu segundo livro.

Compartilhe ...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone