Von Trier dá voz as mulheres ao criar uma obra poderosamente feminista.

Ninfomaniaca-kalangoatomico-destaque

A segunda parte de Ninfomaníaca continua exatamente de onde é interrompido o primeiro volume, continuamos com Joe (Charlotte Gainsbourg) relatando a Seligman (Stellan Skarsgård) suas aventuras e o desenrolar de sua vida na fase adulta. Casada com Jerôme (Shia LaBeouf) e mãe de um menino, Joe não consegue conter seus desejos e continua sua minuciosa narrativa a Seligman.

Agora fica claro a proposta de Lars Von Trier com esse projeto. Ninfomaníaca é uma obra humanista e que busca da voz as mulheres. Trier traça diálogos interessantíssimos sobre a condição humana e principalmente das mulheres, confrontando o cristianismo, a sociedade e o desejo humano. Um retrato corajoso, principalmente de Charlotte Gainsbourg, sua Joe é crível e humana,  Von Trier faz questão da voz as mulheres, perseguidas e diminuídas desde de sempre, que encontram em Joe, a liberdade (inclusive sexual) reprimida nelas e autorizada aos homens. Fica claro que o filme é prejudicado pela divisão em duas partes e impossível não compará-las. O segundo é melhor, mas fica a obrigação de assistir a edição do diretor.

 Ninfomaniaca-kalangoatomico

Compartilhe ...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone