O último samurai.

wolverine-imortal-destaque-kalangoatomico

wolverine-imortal-kalangoatomico

Não sou um leitor de HQs, mas como amante da sétima arte ficou claro que depois da grande bobagem que foi X-Men origens: Wolverine, a Fox tentaria recuperar a honra de um dos heróis mais emblemáticos dos quadrinhos e que ainda não teve uma vida solo digna nos cinemas. O primeiro filme solo do homem de adamantium foi tão mal recebido que nesta sequência foi totalmente esquecido. Wolverine imortal se situa cronologicamente após x-men o confronto final e logo percebemos que matar Jean abalou profundamente o homem das garras de metal.

wolverine-imortal-2-kalangoatomico

Encontramos Logan recluso e sem muito animo para viver, que é visitado todas as noites em sonhos por Jean Grey (Famke Janssen), através dos sonhos descobrimos que ele estava em Nagasaki no momento do bombardeio atômico americano e acabou salvado um soldado japonês. Décadas depois esse japa se tornou um dos homens mais poderosos do país asiático. À beira da morte o velho quer reencontrar com o mutante que o salvou, assim Logan parte para o Japão, e descobre que faz parte de um trama de traição, máfia (Yakuza) e conspirações.

wolverine-imortal-3-kalangoatomico

A primeira metade é interessante e Logan tenta se desvencilhar do perigo que é Wolverine (para ele mesmo e principalmente para os que ele ama). Vemos um homem atordoado, buscando motivos para continuar vivendo sua imortalidade (?). No Japão, Wolverine descobre que o mundo de honra dos samurais não é tão honrado assim, ele mesmo acaba sendo apelidado de Ronin (samurai sem mestre) por sua maneira de encarar a vida, mesmo que sem perceber, ele demonstra muita honradez . O grande mérito do filme é mesmo Hugh Jackman, fica nítido que assim como Robert Downey Jr é Tony Stark, Jackman é Wolverine. O ator mostra diversidade e todas as vezes que repete o personagem trás algo novo. O roteiro chega a ser confuso tamanha as reviravoltas e os vilões são rasos, a única mutante do filme (Víbora) é totalmente descartável, certamente é muito melhor que seu primeiro ato solo, mas ao final a sensação que nos passa é que ainda esperamos pelo filme definitivo do nosso amado Wolverine.

Compartilhe ...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone