A era da Marvel.

Vingadores

É impressionante o que o Marvel tem feito no cinema. Criou um gigantesco mosaico que une um emaranhado de histórias que se entrelaçam de uma maneira nunca vista no cinemas. Tudo redondamente planejado até 2019 e certamente não vai parar ai. O jogo mudou para a Marvel Studios, antigo braço da Marvel Comics, que hoje pertence a Disney. O mais hilário é que foi a rival DC comics que obteve os primeiros sucessos na tela grande vendendo os direitos de Super Man e Batman para Warner. A Marvel só entrou nessa de cabeça para salvar sua finanças e vendeu os direitos de Blade, X-men, O demolidor, Spider Man e Elektra para diversos estúdios de cinema. Entre sucessos e fracassos de suas adaptações, a empresa de quadrinhos decidiu em 2008 criar seu próprio estúdio de cinema e passou a gerenciar as adaptações de suas HQs. Em 2009 a Walt Disney Company comprou a Marvel Studios e deu inicio ao ambicioso e extremamente bem sucedido universo cinematográfico Marvel. Universo esse que acaba de ganhar mais um novo capitulo, Os vingadores: Era de Ultron.

A trama é relativamente simples, depois de recuperar o cetro de Loki os Avengers estão na vida mansa e tão afim de dá um tempo nessa onda de salvar o mundo todo dia. Tony Stark e Bruce Banner usam a fonte de energia do cetro para criar uma inteligência artificial que eles chamam de Ultron, com o objetivo de dar um alivio na vida agitada dos vingadores . Obviamente, a criatura se volta contra o criador e decide que só existe um meio de conseguir a paz que ele foi planejado para trazer, matar a desgraça da humanidade. Dai pra frente o pau come!

Magistralmente o roteiro conseguiu imprimir um ritmo menos frenético na ação (em relação ao primeiro filme), manter o alto nível de interesse do espectador, trazer pequenas histórias individuais de alguns personagens, além de introduzir mais 3 personagens para o universo dos vingadores e reduzir em 2 minutos o tempo de duração comparado ao primeiro filme. Outro ponto positivo é o equilíbrio que o roteiro consegue manter em relação a esse monte de personagens, onde praticamente todos são protagonistas e coadjuvantes ao mesmo tempo. As piadas sempre no momento certo. A ação muito bem dosada. Os efeitos são os melhores que os milhões de dólares podem pagar. James Spader da vida a Ultron apenas fazendo uma voz marcante, que acerto! Scarlet tá mais linda do que nunca ( ok meninas, o Thor também kkk). Ruffalo continua fazendo o melhor Hulk que o cinema já teve. Provavelmente vai ser o maior sucesso do ano nas bilheterias. Felizmente consegue melhorar o primeiro filme o que já é um feito e tanto. Vida longa a Marvel.

Compartilhe ...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Email this to someone